domingo, 19 de agosto de 2012

Percy Jackson e os Olimpianos: A Maldição do Titã.

Título: Percy Jackson e os Olimpianos: A Maldição do Titã.
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 336

Sinopse: Um chamado do amigo Grover deixa Percy a postos para mais uma missão: dois novos meios-sangues foram encontrados, cuja ascendência ainda é desconhecida. Como sempre, Percy sabe que precisará contar com o poder de seus aliados heróis, com sua leal espada Contracorrente... E com uma caroninha da mãe. O que eles ainda não sabem é que os jovens descobertos não são os únicos em perigo: Cronos, o Senhor dos Titãs, arquitetou um de seus planos mais traiçoeiros, e nossos heróis serão presas fáceis. Um monstro ancestral foi despertado - um ser com poder suficiente para destruir o Olimpo - e Ártemis, a única deusa capaz de encontrá-lo, desapareceu. Percy e seus amigos têm apenas uma semana para resgatar a deusa sequestrada e solucionar o mistério que ronda o monstro que ela caçava. Ao longo dessa jornada, enfrentarão o maior desafio de suas vidas: a terrível profecia da maldição do titã.

Percy, Anabeth e Thalia saem ao encontro de Grover para buscar os irmãos di Angelo, o que eles não esperavam era que ao chegar na escola encontrariam mais alguém interessado nas crianças, o Dr. Espinheiro - vice-diretor do colégio -, que acaba conseguindo capturar as crianças, então Percy resolveu segui-los, só não imaginava que seria também capturado. Mas seus amigos (Anabeth, Thalia e Gover) os alcançam e entram numa briga com o monstro. No final das contas, a missão é bem sucedida, afinal, chegaram “todos” a salvo no acampamento, com exceção de Anabeth que fora capturada e a deusa Ártemis que havia aparecido para ajudá-los na luta e que saiu em busca de um monstro muito poderoso.

Rick Riordan mantém a mesma fórmula dos dois livros anteriores: monstros mitológicos, deuses, conspirações, mistérios. O ritmo continua frenético, com um enredo muito bem amarrado, repleto de surpresas, reviravoltas, muita ação, e, uma pitada de romance. Percy começa a perceber que está fortemente ligado a Annabeth, e devo confessar que a ausência dela em boa parte do livro, deixou a história incompleta. O livro tem o mesmo enredo que os dois primeiros. Os heróis s saem para resgatar alguém em suas missões; eles sempre têm um prazo para completá-las, antes que "alguma coisa" horrível aconteça com o Olimpo.

Personagens muito bem explorados, sendo meu preferido o Nico Di Angelo, que após a revelação dele a história seguiu um ritmo muito melhor. A história ficará mais tensa de agora em diante, mais cheia de perdas e de caminhos obscuros. Fiquei com muita dificuldade para resenhar esse livro, sem contar na preguiça e a falta de tempo.

Não posso esquecer-me de ressaltar os erros que encontrei no livro.
Isso não é a primeira vez, desde o primeiro livro da saga, venho encontrando erros imperdoáveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário